sexta-feira, 30 de setembro de 2016

MATÉRIA E ANTIMATÉRIA PODEM SER CRIADAS POR LASER

                                   UMA CONTRIBUIÇÃO DE:

Rogerounielo França




"Igor Kostyukov e Evgeny Nerush, da Academia Russa de 
Ciênciasacabam de publicar um artigo explicando como produzir 
elétrons e pósitrons a partir de interações laser-matéria em 
intensidades ultrafortes. Em outras palavras, eles calcularam 
como fazer para criar matéria e antimatéria usando lasers.
Informações da PhysOrg -  30/09/2016
O pulso de laser se propaga ao longo do eixo X, enquanto a 
superfície da folha metálica fica na perpendicular.

Faça-se a matéria
A interação entre a luz e a matéria está na base de inúmeras
tecnologias, das células solares à plasmônica e à spintrônica, 
sem falar de todas aquelas que levam o termo "quântico" no nome, 
como a computação quântica.
Mas quando a luz atinge intensidades muito elevadas, sobretudo 
na forma de lasers de alta potência, as coisas começam a ficar 
deveras interessantes - para dizer o mínimo.

Igor Kostyukov e Evgeny Nerush, da Academia Russa de Ciências,
acabam de publicar um artigo explicando como produzir elétrons e 
pósitrons a partir de interações laser-matéria em intensidades ultrafortes.
Em outras palavras, eles calcularam como fazer para criar matéria 
e antimatéria usando lasers.
Não parece de todo estranho para quem está acostumado com
a criação de matéria a partir do vácuo quântico, mas agora os dois 
físicos não estão falando apenas de fótons, mas de elétrons e pósitrons, 
as antipartículas dos elétrons.

Produção de matéria e antimatéria do "nada"
O conceito fundamental por trás desses experimentos aparentemente
bizarros é fornecido por uma área da física conhecida como eletrodinâmica 
quântica, que explica como um forte campo elétrico pode fazer o vácuo 
quântico "ferver" - como o vácuo quântico é tudo, menos vazio, 
as partículas virtuais que existem nele saltam para a "realidade", 
onde podem ser capturadas.
"O campo [elétrico] pode converter esses tipos de partículas de um estado
virtual, no qual as partículas não são diretamente observáveis, 
para um estado real," explicou Kostyukov.
A coisa deverá funcionar da seguinte forma: o forte campo elétrico 
injetado pelo laser causará grandes perdas de radiação pelos elétrons 
de uma placa metálica que servirá como alvo porque uma quantidade 
significativa da sua energia será convertida em raios gama - fótons de 
alta energia, que são as partículas que formam a luz.
Os fótons de alta energia produzidos nesse processo vão interagir
com o campo do laser e criar pares de elétrons e pósitrons.
Como resultado, emerge um novo estado da matéria: partículas
fortemente interativas, campos ópticos e radiação gama, uma mistura 
cuja dinâmica é regida pela interação entre fenômenos da física clássica 
e processos quânticos.
A antimatéria cai para cima ou para baixo?
Distribuição dos elétrons (verde) e dos pósitrons (vermelho) 
produzidos pela cascata eletrodinâmica quântica. 



Cascata quântica
Embora vários experimentos de laboratório já tenham comprovado
que a geração de luz e matéria a partir do vácuo funciona de fato, 
a nova teoria - que ainda não está completa - depende de um fenômeno 
diferente, conhecido como "cascata eletrodinâmica quântica", 
uma espécie de reação autossustentada.
Além de não ser totalmente compreendido, esse fenômeno ainda
depende do desenvolvimento de equipamentos que possam permitir 
sua observação em laboratório.
Os dois físicos salientam que elucidaram a fase inicial do fenômeno,
quando os pares elétron-pósitron produzidos não interferem 
significativamente com a interação entre o laser e a folha metálica.
"Agora, nós estamos explorando o estágio não-linear, quando o
plasma autogerado de elétrons-pósitrons modifica a interação."
"E nós vamos tentar expandir nossos resultados para configurações
mais gerais das interações laser-matéria e outros regimes de interação, 
levando em consideração uma faixa de parâmetros mais ampla," 
disse Kostyukov.
Segundo ele, quando esses experimentos puderem ser realizados,
o fenômeno dageração de matéria e antimatéria pelo laser poderá ser 
importante não apenas em pesquisas fundamentais de física e na 
bem-vinda produção de antimatéria, mas também em fontes de plasma 
e feixes de fótons e pósitrons que deverão superar muito a intensidade 
dos atuais aceleradores.
Bibliografia:
Production and dynamics of positrons in ultrahigh intensity 
laser-foil interactions.
Igor Yu. Kostyukov, Evgeny N. Nerush
Physics of Plasmas
Vol.: 23, 093119
DOI: 10.1063/1.4962567
Em nome da NSEWA - ASSEMBLÉIA MUNDIAL ECOLÓGICA 
ESPIRITUAL E NOOSFÉRICA agradecemos a  Dr. Roger Rounielo 
por essa contribuição, inicialmente publicada em português pelo site 
INOVAÇÕES TECNOLÓGICAS.

                           Profa. Tania Belfort
                           Star of Peace Brazil
                           

domingo, 11 de setembro de 2016

DIPLOMACIA GALÁCTICA: ENTREVISTA COM DR. ALEXANDER TROFIMOV

É com enorme satisfação que divulgamos a entrevista abaixo, 
com o renomado cientista russo Dr. Alexander Trofimov, realizada
pela autora Carol Hiltner, publicada recentemente em russo e inglês, 
para informação dos nossos leitores. Vide os respectivos credenciais 
no final da mesma.          Profa. Tania Belfort

                                
                                               Dr. Alexander Trofimov, June 9, 2016
                                   Início do Projeto Remoto dos Espelhos Kozyrev

"CAROL HILTNER:

“Nós, seres humanos temos a tendência de pensar que o caminho
para a sabedoria é consiste em olhar para fora, mas não é. 
Nós já temos sabedoria. Nós só precisamos olhar para dentro. 
Dr. Alexander Trofimov, Diretor do Instituto de Investigação Científica 
em Antropoecologia Cosmoplanetária (ISRICA), localizado em 
Novosibirsk, na Rússia, passou a vida desenvolvendo suas 
habilidades de poder olhar para dentro.

Uma notável tecnologia chamada de Espelhos Kozyrev reflete os 
pensamentos de uma pessoa bem como seus sentimentos, 
focando-os até que se aglutinem na consciência que normalmente
está dispersa para fora e para o cosmos em nosso redor. Nove anos 
atrás, eu visitei Dr. Trofimov em Novosibirsk e escrevi sobre a 
entrevista que tive com ele: "Os Espelhos Kozyrev – Zonas 
Eletromagnéticas Nulas: Reflexões  da Ciência Cósmica Russa”, 
que se tornou viral.

Quatro anos atrás, escrevi um outro artigo: "Em Direção a Marte 
com os Espelhos  Kozyrev: Uma Entrevista com Dr. Alexander Trofimov", 
detalhando as descobertas  de ponta da sua pesquisa visualizando 
artefatos construídos sobre a superfície  da Lua. Agora, ele me informa 
que sua equipe de cosmonautas inter-espaciais  fizeram uma  uma outra 
descoberta sem precedentes: eles iniciaram uma 
comunicação com  extraterrestres.

Hiltner: Como é que esta comunicação recente começou?


Release do Evento em Bangkok

TROFIMOV: No dia 26 de julho, eu estava no Atrium do Hotel Avani 
em Bangkok, fazendo  uma palestra: "Declaração Científica sobre a
Urgência de Sistemas Geoecológicos Globais para a Sobrevivência 
da Humanidade na Era de Mudanças Cosmoplanetárias e Climáticas” 
durante a Va.Conferência sobre as Mudanças Climáticas e Ciência da
Terra organizada pelo Grupo OMICS, uma editora com acesso aberto
e organizadora de eventos científicos, divulgando artigos de pesquisa
para a comunidade global. Esta conferência é dedicada à criação 
de um sistema global de suporte à vida geoecológica, elaborando uma 
declaração científica de uma estratégia de sobrevivência humana em 
uma era de mudança climática e cosmoplanetária.

Dr. Alexander Trofimov realizando a palestra 
na Conferência do OMICS, Bangkok, July 26, 2016

Enquanto eu estava falando, minhas colegas Dra. Taisia ​​Kuznetsova e 
Dra. Olga Oseeva estavam dentro dos nossos Espelhos Kozyrev em 
Novosibirsk em um estado de superposição quântica de suas 
consciências, em sintonia comigo. Naquele momento, Dra.Kuznetsova 
desenhou uma nave desconhecida em movimento (veja o desenho a 
lápis abaixo). Durante as próximas duas semanas, Dra. Kuznetsova 
continuou a receber imagens deste objeto durante várias expedições 
virtuais dentro dos Espelhos Kozyrev.

Hiltner: Eu sei que você não anunciar a sua pesquisa até que você 
tenha algo concreto para compartilhar. O que leva esse evento a ser 
considerado sem precedentes?

TROFIMOV: em 28 de agosto, nós imprimimos nossas 
fotografias da conferência descobrimos, em uma das fotos datadas 
desde 27 de julho, dois UFOS – discos prateados que pareciam 
notavelmente similares ao esboço da Dra. Kuznetsova. Compare-os!

Nós não sabíamos das suas presenças enquanto estávamos em 
Bangkok. Portanto,  depois de duas semanas de comunicação com 
os ocupantes desta nave, descobrimos que elas tinham estado 
fisicamente presentes em Bangkok no momento em que 
Dra. Kuznetsova fez o desenho em Novosibirsk.


                                                       Dra. Taisia ​​Kuznetsova 
                                                  ISRICA, Novosibirsk, Rússia

Hiltner: Que impressão você tem sobre essas naves? São 
terrestres, feitas pelo homem,  aeronaves antigravidade, 
dirigíveis terrestres não-humanos, ou de origem extraterrestre?

TROFIMOV: De acordo com os astronautas intergalácticos, 
essas naves voam com base na antigravidade. 
Esta nave foi de origem extraterrestre.


"Eu não vi nada, mas senti suas presenças."
Dr. Alexander Trofimov em Bangkok,
Tailândia, 26 de julho de 2016

Hiltner: Em que você está baseando sua opinião?

TROFIMOV: Minha opinião é baseada em nossa conexão. 
Recebemos informações de duas maneiras: uma real, através de 
documentação com fotos (a câmera estava em minhas mãos) e 
nas imagens representativas do meu colega com detalhes da sua
construção extraterrestre observados no mesmo momento em que
as naves apareceram e durante duas semanas depois deste evento; 
mas antes estávamos conscientes das suas presenças físicas em 
Bangkok.

Hiltner: Você ou sua equipe de pesquisa entrou em contato 
com os ocupantes dos discos?

TROFIMOV: Sim, Dra. Kuznetsova teve contato direto com 
astronautas intergalácticos.

Hiltner: Como eram eles?

TROFIMOV: Temos comunicações com eles, com imagens que 
entretanto ainda não estão prontas para serem publicadas porque
nosso diálogo apenas  começou e queremos continuar sem 
sensacionalismo.

Hiltner: Você teve alguma sensação física/emocional/espiritual
relacionada com a presença deles?

TROFIMOV: Nossa operadora Dra. Kuznetsova e sua colega 
Dra. Oseeva tiveram uma gama complexa de sensações 
físicas/emocionais, de modo que estão absolutamente convictas
da realidade de todos esses eventos, não como sonhos 
ou imaginação. Elas tiveram o sentimento de que se tratava 
realmente de um voo cósmico.

Hiltner: Ambas sentiram isso?

TROFIMOV: Exatamente.

Hiltner: Por que as comunicações pararam depois de 
duas semanas?

TROFIMOV: Dra. Kuznetsova ausentou-se de Novosibirsk 
entre 10 de agosto até 23 de agosto. Lembre-se de que nós 
só vimos os objetos nas fotos em 28 de agosto e que temos 
agora cerca de 17 protocolos com os desenhos dos detalhes
do exterior e interior destas naves. Desde a descoberta das fotos, 
nós reiniciamos nosso contato e vamos publicá-las depois de 
terminar esta parte do projeto.


Uma das fotos do UFO datada 28 Agosto 2016

Hiltner: Você tem uma opinião sobre o significado dessas naves?

TROFIMOV: Este encontro significa uma nova era para a 
humanidade, o início do diálogo com outras civilizações cósmicas, 
a época de transmissão para a nova Noosfera. Tudo agora depende
da humanidade. no ISRICA, nosso Novo Centro Internacional de 
Investigações Espaciais Kozyrev, buscamos realizar um acompanhamento
científico correto desses contatos. Estamos abertos para trabalhar 
em cooperação com qualquer pessoa que tenha objetivos limpos.

Hiltner: Existem outros detalhes sobre seu encontro e sua reação
a este evento que você possa descrever?

TROFIMOV: Eu recebo muitas perguntas e felicitações de 
diferentes países e membros do nosso ISRICA – Instituto 
Internacional de Pesquisa Científica de Antropoecologia 
Cosmoplanetária, em homenagem ao acadêmico V.P.Kaznacheev. 
Ele sonhou e escreveu sobre este encontro de intelectuais no espaço
dos Espelhos Kozyrev. Estamos a partir de agora chamando este 
espaço, através do qual podemos fazer contato com os 
extraterrestres: Espaço de Kozyrev/Kaznacheev.

Eu quero dizer algumas palavras aos observadores que 
trabalham com outros dispositivos de Espelho, mas que não são
os genuínos Espelhos de Kozyrev: Não tentem utilizar nossa
experiência para fins de obter dinheiro e negócios! Isso é perigoso
para o futuro da nossa civilização!

Hiltner: Como é que seu trabalho difere daquele realizado 
por pessoas como Corey Goode e Andrew Basiago, que afirmam
ter se comunicado com extraterrestres, como parte de um programa
espacial secreto?

TROFIMOV: Eu sei sobre seus trabalhos, mas considero que o 
contato real executado com base científica só é possível no espaço
dos Espelhos Kozyrev onde, conforme falou N. Kozyrev, o limite de
velocidade da luz está ausente, abrindo a possibilidade única de
transmitir informações instantaneamente para diferentes pontos
do universo. Temos agora confirmação através de fotos da 
eficácia da nossa tecnologia: a superposição quântica do 
Espelho da consciência humana. Nós estaremos contentes
em poder olhar para as fotos e outros resultados oriundos das 
comunicações dos nossos colegas.


                                             
Colegas e Claboradores:
no centro, Nina Goncharova
1o - LE - Dr. Alexander Trofimov

Hiltner: Quando você espera publicar os resultados de suas 
comunicações atuais?

TROFIMOV: Espero que no próximo ano possamos publicar 
alguns protocolos com novos comentários.

Hiltner: Mal podemos esperar!"

(Entrevista copyright 2016 por Carol Hiltner. Todos os direitos reservados.) 

Fotos enviadas pelo ISRICA.

Dr. Alexander Trofimov - Acadêmico da Academia Internacional 
de Ciências Energéticas Informacionais, Professor Internacional da 
Academia de Slav e Doutor em Ciências Médicas.  Alexander 
Trofimov é o diretor e chefe do Conselho Científico do ISRICA - 
Instituto Internacionalde Pesquisa Científica em Antropoecologia
Cosmoplanetária, assim nomeadoem homenagem ao acadêmico
V.P.Kaznacheev, localizado em Novosibirsk, Rússia (www.isrica.ru). 
Durante mais de trinta anos de investigação, ele  escreveu mais 
de 300 trabalhos científicos (7 monografias) sobre heliobiologia, 
antropoecologia cósmica e psicologia transpessoal.

O livro escrito por Dr. Trofimov e V.P. Kaznacheev, Reflexão Sobre 
a Vida e Inteligência no Planeta Terra: Problemas de Antropoecologia 
Cosmoplanetáriaestá agora disponível em Inglês. Foi publicado em
2008 pela Academia para a Ciência Futura na Europa: Alemanha, 
Wasserburg, academy@affseurope.org.  Para contato com potenciais
colaboradores científicos, bem como possíveis financiadores do projeto, 
o email do ISRICA é:                                                                
         isrica2@rambler.ru.

site:  http://www.isrica.ru

Por favor, leia a informação abaixo antes de contatar o 
Dr. Trofimov:

Desde a publicação da primeira entrevista na revista Spirit of Ma'at
inúmeras pessoas entraram em contato com Dr. Trofimov, querendo 
experimentar os Espelhos de Kozyrev e/ou pedindo orientações 
para construir os Espelhos por si mesmos. Devido ao fato de que 
o efeito dos Espelhos em um indivíduo é imprevisível podendo resultar em 
mudanças fisiológicas e psicológicas o que requer um período de ajustes 
prolongado e supervisionado. Dr. Trofimov utiliza os Espelhos apenas no 
decorrer de  sua pesquisa, que envolve um compromisso científico de 
longo prazo. Não-obstante ele convidar ativamente colaboração 
científica, ele não disponibiliza nem recomenda “Passeios Alegres” – 
nestes casos, não solicite sua ajuda.

A Autora/artista Carol Hiltner (carol@AltaiBooks.com, 206-525-2101), 
passou uma década viajando pela Sibéria durante cada primavera e 
verão, fazendo caminhadas pelas montanhas de Altai. Carol é 
fundadora  da Altai Livros, www.AltaiBooks.com   que publica livros
sobre rotas inspiradas pelo Espírito em prol da sustentabilidade humana
na Terra, e a Universidade Altai Mir University, www.AltaiMir.org
que une as pessoas que desejam acessar a paz, criando uma ponte de 
conhecimento entre a sabedoria antiga e mundo de hoje, com foco na 
única herança espiritual/cultural da República de Altai, no sul da Sibéria. 
Ela é uma artista visionária prolífica e autora de vários livros, incluindo 
duas Crônicas de Altai Chronicles: Tablets of Light (Comprimidos de Luz) 
Out of Time (Fora do Tempo), bem como muitos artigos publicados no 
site www.spiritofmaat.com.

Tradutora: Profa. Tania Belfort, professora, ativista ecológica e engajada 
na divulgação de projetos e programas que visem colaborar com a crise 
climática no planeta e sua preservação.  Membro efetivo da NSEWA
desde 2006, recebeu esta informação em primeira mão diretamente do 
Dr. Alexander Trofimov, Diretor do ISRICA no dia 6 de setembro último, 
olaborando com sua pesquisa e com sua divulgação.  

Salvador, Bahia, 12 de setembro de 2016. 


Dedicamos a todos aqueles que estão em busca da verdade, 
em prol de uma melhor qualidade sustentável de vida,
e trabalhando para a preservação do planeta Terra.

AGRADECIMENTOS

domingo, 27 de abril de 2014

A CONSCIÊNCIA COLETIVA HUMANA E A NOOSFERA

Prezados leitores,

É com grande alegria que compartilhamos com vocês esse excelente artigo escrito pelo estudioso e escritor da consciência coletiva e da noosfera, Prof. Henrique Guilherme, o qual nos 
foi encaminhado pelo Presidente do Instituto Nicola Tesla do BrasilProf. Boris Petrovic, já conhecido dos nossos leitores.

É uma matéria sintética e nos atualiza com as novas descobertas e avanços nessa fronteira humana promissora e inspiradora de um mundo melhor e unificado.

                                         Profa. Tania Belfort



Outras vezes abordado aqui em nosso blog, o conceito da Consciência sempre causou um certa dificuldade em sua compreensão, tal como um igual fascínio, dado sua grande abstração e abrangência em nosso universo. Em si, a consciência é considerada pela ciência como uma qualidade da mente, abrangendo qualificações tais como subjetividade, autoconsciência, sentiência, sapiência, e a capacidade de perceber a relação entre si e um ambiente. 

Outras vertentes, no entanto consideram a consciência uma estrutura de energia construída pelo simples fato da existência. Como um campo universal de consciência interagindo com as estruturas elétricas do cérebro mais evoluído dos seres vivos até os núcleos mais elementares em nível quântico. Todo o movimento perpétuo dos elementos constituiriam portanto isso que chamamos de consciência. 

Naturalmente a ideia é tomada como controversa pelos meio acadêmicos convencionais. Mas e se houvesse provas empíricas que comprovassem tal interação, ou mesmo sugerissem que existe mais do que se imagina? Foi assim que nasceu o Projeto de Consciência Global.

Mas antes de abordamos o tal projeto, precisamos entender alguns conceitos e teorias filosóficas.


- A Noosfera


A Noosfera pode ser vista como a "esfera do pensamento humano", sendo uma definição derivada da palavra grega νους (nous, "mente") em um sentido semelhante à atmosfera e biosfera. Seria a terceira etapa no desenvolvimento da Terra, depois da geosfera (matéria inanimada) e da biosfera (vida biológica).

O Conceito da Noosfera do filósofo francês Teilhard de Chardin, afirma que assim como há a atmosfera, existe também o mundo das idéias, formado por produtos culturais, pelo espírito, linguagens, teorias e conhecimentos. Seguindo esse pensamento, alimentamos a Noosfera quando pensamos e nos comunicamos. 

Segundo Teilhard, a transição da biosfera de uma ordem inconsciente de instinto para a ordem superconsciente de telepatia é somente questão de tempo, sendo tal evolução a um pressuposto "Cérebro Galáctico" um processo estritamente regulado no qual a transição da consciência instintiva para a consciência telepática contínua. O processo é inevitável e representa a derradeira crise no desenvolvimento da biosfera.

Podemos observar indícios da noosfera pelo crescente aumento de pessoas tendo a mesma idéia praticamente ao mesmo tempo, mesmo estando isoladas.



- A Consciência Coletiva

É primordial evidenciar que o conceito de Consciência Coletiva não é recente, tendo sido abordado pelo sociólogo francês Émile Durkheim (considerado o “pai da sociologia”) em 1893. Segundo ele essa consciência seria um conjunto cultural de ideias morais e normas.

A teoria sociológica de Durkheim demonstra que os fatos sociais têm existência própria e independem daquilo que pensa e faz cada indivíduo em particular. Embora todos possuam sua "consciência individual", seu modo próprio de se comportar e interpretar a vida, podem-se notar, no interior de qualquer grupo ou sociedade, formas padronizadas de conduta e pensamento. Essa constatação foi o que Durkheim chamou de consciência coletiva.


Essa consciência, constituída por formas coletivas de agir e pensar, se manifesta como uma realidade externa às pessoas, sendo praticamente dotado de vida própria.


- O Projeto de Consciência Global

Por volta dos anos 1980, Roger Nelson, um psicólogo com PhD por Princeton, desenvolveu algumas experiências com um aparelho chamado Gerador de Números Aleatórios (REGs–Random Event Generators).

Os REGs geram uma sequência de bits de informação. Fazem amostragens de ruído electrónico com origens a nível quântico, e convertem-no numa sequência totalmente imprevisível de 1´s e 0´s. Em cada um dos locais de recolha de informação, existe um computador com um software que lê os dados gerados pelo REG, guardando-os na memória do computador, e em intervalos de 5 minutos envia esses dados através da Internet para serem arquivados num servidor em Princeton.

Esse conjunto de REG e software é chamado” EGG”. Em cada segundo, cada REG produz uma sequência que é composta por 200 bits, essencialmente equivalente a atirar 200 moedas ao ar e contar as caras.

O interessante é que através da análise destes dados aleatórios, aparentemente as linhas que mostravam o desvio dos dados, evidenciando uma possível tendência.
Por observação, Nelson concluiu que quando alguém se concentra no aparelho há uma flutuação anormal das probabilidades: são sorteados muitos 0s seguidos ou muitos 1s.  


Os resultados obtidos permitiram que o Projeto de Consciência Global fosse criado - uma rede de geradores de números aleatórios, com mais de 100 cientistas e engenheiros, espalhados por 340 laboratórios em todo o mundo. O projeto conta com equipamentos em mais de 50 locais, do Alaska a Fiji, em todos os continentes e em quase todos os fusos horários, estudando a sutil influência da consciência humana no mundo físico. 


A hipótese testada pelo experimento é pretensiosa: a existência de uma consciência coletiva capaz de alterar as leituras dos aparelhos. Até aqui, o experimento tem captado um desvio das probabilidades diante de eventos de impacto global. Foi assim nas eleições norte-americanas de 2008, competições esportivas (como a Copa do Mundo de Futebol), prémios internacionais (Oscar, Grammy), morte da Princesa Diana e outros.
O fluxo continuo de dados gerado por estes instrumentos tende a divergir do esperado quando 'eventos globais' de grande relevo, estimulam a coerência de pensamentos e emoções em uma grande quantidade de pessoas.

Além disso, o GCP identificou "anomalias" horas antes dos ataques de 11 de Setembro, o que parece implicar em uma premonição subconsciente de massa!


Veja aqui uma matéria do jornal CBS2 News, falando sobre o Projeto Consciência Global: 


- Projeto Web Bot


O The Web Bot Project, criado em 1997, foi projetado inicialmente para procurar na internet informações que pudessem dar previsões do mercado de ações. O programa vasculha a internet em busca de palavras em sites com muitos textos, grupos de discussão e sites de tradução, filtra e faz previsões.

Segundo o Web Bot Project, as redes bots não apenas são capazes de anunciar movimentos futuros da bolsa, mas também acontecimentos de outro tipo. Em julho de 2001, o Web Bot Project informou que um fato ocorreria nos Estados Unidos, modificando os rumos da política mundial. Em 11 de setembro do mesmo ano, grupos terroristas derrubaram as Torres Gêmeas de Nova York e atacaram o Pentágono em Washington.

O interessante é que o programa atribui valores numéricos para quantificadores emocionais. O léxico também é dinâmico e muda de acordo com mudanças na tensão emocional, e como os seres humanos se comunicam essas mudanças através da Internet, criando uma espécie de leitor do consciente coletivo. Outros sucesso alegados ao programa são o terremoto no Oceano Índico de 2004 e o furacão Katrina e sua devastação.




Estas empolgantes evidências nos apontam para uma forma totalmente nova de entender e definir nossas ligações uns com os outros, assim como todo o universo invisível que a todos nós permeia. Os resultados assinalam para um novo horizonte de ideias, trazendo à tona teorias e fundamentos antes considerados absurdos. Juntos, os crentes e até mesmo os mais céticos percebem que o mundo físico e o nosso mundo mental de informação e consciência, estão ligados de formas que ainda não compreendemos e não podemos negligenciar.

De uma forma poética, poderíamos definir a Consciência como talvez sendo a egrégora que une todas as partes ao Todo. 




Henrique Guilherme,
 escritor e estudioso;
curioso a cerca dos grandes mistérios das antigas civilizações